18 de set de 2017

[Tag] Se eu fosse um ser imaginario...

Hi Minna!
Genki? A tag que vou responder hoje é super legal, eu a vi no blog da Sara o Powerful Alien Girl, achei super interessante e resolvi fazer também.



1. Que tipo de ser (ex.: vampiro, imortal, meio-lobo, etc.) você seria?

Com certeza seria uma fada. Além de bonitas são poderosas e muito elegantes, amaria voar com asas cintilantes. Apesar de ser uma fada eu não precisaria necessariamente ser frágil.

2. Conte a história da tua espécie.

As fadas são seres de luz que vivem para proteger a floresta encantada. Seus poderes são ligados a natureza, elas podem: ajudar as flores e as plantas crescerem, controlá-las, modificar o solo e até mesmo fazer poções ou venenos com as próprias coisas que elas colhem na natureza, ao contrario do que muitos pensam as fadas não são frágeis na verdade são guerreiras que lutam de espada e tudo mais em prol do bem estar da floresta e daqueles que vivem nela. Além de que são muito protetoras com os seus povo .
  
3. Você é diferente da tua espécie? Se sim, o que te torna diferente?

Sim, eu sempre tive a mente mais aberta que minhas irmãs não acho que somos as únicas que querem proteger a floresta, devemos ficar de olho? Sim, mas não precisamos ser tão rígidas, isso acaba afastando os outros seres da gente.

4. Tua espécie vive em conflito com outra espécie. Por que esse conflito e com qual espécie? Quais são as consequências?

Apesar de como eu disse antes não temos nenhum tipo de conflito com outras especies, como eu disse "somos" rígidas e ficamos de olho em todos, mas não temos nenhum conflito particular com outras raças, eu mesma amo conversar com algumas bruxas e elfos do lado norte da floresta. Eles são engraçados. Mas também ficamos sempre alerta eu sei muito bem que existem desavenças entre a maioria das raças e nós estamos bem no meio, minha Rainha ela sempre tenta apaziguar as coisas, há muitos anos houve uma guerra entre as raças tudo porque os seres estavam tudo querendo dominar o território um do outro houve algumas alianças claro, mas algumas alianças acabaram saindo como um romance e muitos outros se revoltaram por causa disso se duas pessoas de raças diferentes tivessem filhos isso seria uma tragédia. Eu já ouvi falar de histórias sobre híbridos e nenhuma delas terminavam bem e no final o conselho magico sempre tinham que intervir, mas não sei para mim sempre algo nessas histórias é como se eles escondessem alguma coisa de nós. Enfim por causa disso é extremamente proibido a relação entre seres de raças diferentes...

5. Escolha o que ocorre no meio desse conflito e explique: romance, tragédia, suspense ou revelação.

Eu nunca me importei muito com essa regra, apesar de ser idiota eu a respeitava e não entendia muito bem, mas agora ela está se tornando um problema para mim já que eu me apaixonei por um... Elfo! Sim a grande diferença entre nós fadas e os Elfos, Elfos são guerreiros, mas eles não tem a nossa magia, nós temos a magia de modificar as plantas e controlá-las eles não e quando confundem nós dois ficamos bem magoados. Os Elfos muitas vezes são os cavaleiros que protegem a floresta a conexão que eles tem com ela é totalmente sensitiva eles conseguem sentir as menores coisas que acontecem com ela. Mas enfim voltando ao assunto original, eu me apaixonei por um Elfo e se minha rainha ou mais alguém descobrir ele e eu estamos ferrados!


E foi isso pessoal, nossa enquanto eu escrevia me deu até uma ideia para escrever uma história seria bem interessante quem sabe não é mesmo? Mas enfim espero que vocês tenham gostado dessa Tag e ela está disponível para qualquer um que quiser pegá-la. Sayonara!

11 de set de 2017

Instrumentos Mortais | Shadowhunters

Hi Minna!
Genki? Venho trazer para vocês dois assuntos em um só post! Um filme e uma série que foram baseados em uma saga de livros.

Instrumentos Mortais: Cidade dos Ossos


Nome: Instrumentos Mortais: Cidade dos Ossos
Diretor: Harald Zwart
Gênero: Drama, Fantasia, Adaptação
Data de Lançamento: 21 de agosto de 2013 (Brasil)
Duração: 122 minutos
Baseado em: Instrumentos Mortais: Cidade dos Ossos da Cassandra Clare


Sinopse: Clary é uma garota que acaba de completar dezesseis anos e quando decidi sair para comemorar seu dia tão especial com seu melhor amigo, Simon, as coisas não saem da forma que ela planejou e sua vida sofre uma reviravolta drástica a partir do momento que ela conhece Jace, um loiro lindo e convencido que diz ser um Shadowhunter.



Lilly Colins  e Jamie Campbell Bower 



Lilly e Jamie dão vida a Clary e Jace na adaptação de longa metragem, quis ressaltar esses dois porque eu realmente gostei da atuação deles no filme. Principalmente a do Jamie, eu sou muito fã dos trabalhos da Lilly Colins e gostei bastante dela como Clary, mas Katherine Macnamara acaba que se encaixou melhor no papel de Clary. Agora sobre o Jamie, também sou muito fã dele e gostei bastante dele como Jace. Mas a química que os dois tinham no filme era maravilhosa, eles combinaram basante juntos e gostei bastante de ver os dois juntos.



Sobre os outros atores não tenho nada a falar. O filme "Instrumentos Mortais: Cidade dos Ossos", foi considerado um grande fracasso de bilheteria e também uma decepção para os fãs da saga de livros Instrumentos Mortais. Eu já assisti o filme, várias vezes, e gostei bastante, eu ainda não li nenhum dos livros da Cassandra Clare então não tenho nenhuma base para fazer uma comparação entre livro e filme. Mas para mim o filme é ótimo, vejo que algumas cenas ficaram bem forçadas, mas a química que havia entre Lilly (Clary) e o Jamie (Jace) é bem melhor do que a que existem entre Katherine (Clary/Série) e Domenic (Jace/Série).

Shadowhunters


Nome: Shadowhunters: The Mortal Instruments
Gênero: Drama, Romance, Adaptação
Temporadas: 2 temporadas completas. (Terceira já confirmada.)
N° d episódios:  33 até o momento.
Baseado em: Saga Instrumentos Mortais


Sinopse: Clary é uma garota que acaba de completar dezesseis anos e quando decidi sair para comemorar seu dia tão especial com seu melhor amigo, Simon, as coisas não saem da forma que ela planejou e sua vida sofre uma reviravolta drástica a partir do momento que ela conhece Jace, um loiro lindo e convencido que diz ser um Shadowhunter.

Katherine Mcnamara e Domenic Sherwood


Kat e Dom são quem dão vida a Clary e Jace em Shadowhunters. Logo depois de cancelarem a produção de Instrumentos Mortais : Cidades das Cinzas, a continuação de Cidade dos ossos. Anunciaram que haveria produção de uma série baseada na saga de Cassandra Clare. Sinceamente prefiro o Jamie como Jace, amo o Dom e seu trabalho, mas Jamie ganha de lavada interpretando o Jace. No inicio eu ainda preferia a Lilly para interpretar a Clary, mas ao longo da série Katherine foi ganhando meu coração e acabou se mostrando uma Clary muito boa.

Matthew Daddario 

Matthew é quem faz Alec Lightwood, no longa metragem Instrumentos Mortais: Cidade dos Ossos quem interpreta Alec é Kevin Zegers. Sinceramente quem ganhou essa foi Matthew. Eu não achei a atuação de Kevin lá grande coisa, pelo menos nesse filme não conheço nenhum dos seus outros trabalhos, mas Matthew faz um maravilhoso trabalho. Alec Lightwood é meu personagem favorito e por isso tive que ressaltar a diferença entre Matthew e Kevin (Matthew também é muito mais bonito).  

A primeira temporada de Shadowhunters eu não esperava muita coisa, sinceramente os primeiros episódios foram até meio chatos, não é que não era interessantes, até porque se não fosse eu nem teria continuado a assistir, mas eu sempre sentia que faltava alguma coisa. Mas no final da primeira temporada para frente as coisas ficaram interessantes, a atuação do elenco mudou e ficou até melhor, a história foi progredindo de uma forma melhor e isso me animou bastante para continuar a assistir. Até agora só temos duas temporadas de Shadowhunters, mas em Abril desse ano foi confirmada a terceira temporada. Como eu disse anteriormente eu ainda não li nenhum dos livros da saga Instrumentos Mortais então não tenho base para comparar filme e série. Mas já ouvi alguns comentários de que a série foge um pouco da historia dos livros.


Pretendo comprar todos os livros da saga Instrumentos Mortais e ver como realmente é essa história muita gente já me falou que é muito boa então estou ansiosa para ler. Eu já gostei bastante tanto do filme como da série, ambos tem pontos negativos e positivos, mas não posso fazer uma comparação sem antes saber da história original. Sayonara!

7 de set de 2017

Tag: Era uma Vez...

Hey Minna!
Genki? Trouxe uma tag que vi no blog da minha Onee, Animes Espetaculares, e foi por causa dessa tag que eu comecei a assistir essa série maravilhosa chamada Once Upon a Time.



Regras:
- Citar o blog que criou a tag: Mente Hipercriativa
- Responder às 10 perguntas.
- Indicar 5 blogs para fazer o mesmo.



1 - Storybrooke ou Floresta encantada? Onde você gostaria de morar?
Floresta Encantada sem sombra de dúvidas. O nome mesmo já fala Floresta ENCANTADA, eu amaria morar em um lugar assim, sempre fui atraída pelas histórias fantasiosas da época medieval, com aquelas roupas lindas, lutas de espadas, reis e rainhas, cavaleiros. Então obviamente eu escolho a Floresta.


2 - Qual é o seu vilão favorito?
Rainha Má. Evil Queen! Gente desde a primeira Temporada eu amava a Rainha Má, eu amava a atuação da Lana Parrilla, ela fez uma versão maravilhosa da Rainha Má. Eu estava fazendo um teatro na época em que comecei a assistir e esse teatro era sobre bruxos, vampiros e lobos e eu era a Líder do clã das Bruxas e tipo eu queria fazer uma personagem foda então eu me inspirei na Rainha Má e tipo todo mundo amou minha bruxa (que no caso tinha o nome de Sabrina) e eu fiquei muito feliz com o resultado e cada vez mais eu gostava da Evil Queen de OUAT.



3 - Qual o seu personagem feminino favorito?
Rainha Má/Regina Mils acho que não é surpresa eu falar que elas são minhas personagens favoritas. Elas? Sim Elas, porque Regina e Rainha Má são duas personificações diferentes que compartilham a mesma aparência. E eu gosto muito da duas por suas personalidades fortes e também pela história da Regina de como ela passou a ser a Rainha Má e como ela luta com seu lado das trevas.


4 - Qual o seu personagem masculino favorito?
Esse é muito fácil, é o Capitão Gancho, Kilian Jones!!!! Gente desde o momento que ele apareceu ele se tronou meu personagem favorito, eu amo o sarcasmo dele e as piadas irônicas que ele faz. Assim como também admiro o amor que ele sente por Emma e como ele faz as coisas por ela mesmo quando ela faz burrada.



5 - Seu(s) ship(s) favorito(s).
Obviamente são CaptainSwan e OutlawQueen, são dois casais super fofos e eu a química que eles tem, gente aquela cena que o Robin chega na cripta da Regina e ele lhe da um beijão Ahhhhhh eu amo essa cena. Nem preciso falar nada sobre CaptainSwan não é mesmo?



6 - Qual o melhor beijo de amor verdadeiro favorito?
Vishhhhh! Difícil essa. Vai parecer bem clichê, mas o melhor beijo na minha opinião é o classico beijo do Charming com a Snow. Gente o relacionamento dos dois é outro nível, primeiro episódio, primeiro beijo.

"Eu sempre vou te achar."




7 - Toda magia vem com um preço, você pagaria?
Huuum... Acho que ia depender muito da situação e também do preço.

8 - Espelho, espelho meu, quais os personagens (masculino e feminino) mais bonitos da série?
Masculino é claro que é o Capitão gente aquele homem ahhhhhh! Ele é muito lindo. Feminino é a Ruby, ela pode não ser uma das personagens principais, mas ela é muito linda.


9 - Se você pudesse ser qualquer personagem da série, quem você seria?
Acho que a Emma, por ser a personagem principal? Não mesmo, mas sim porque a Emma é a salvadora seu papel é dar um final feliz para todos e eu adoraria fazer isso. Então com certeza é a Emma Swan quem eu seria.


10 - Qual é o seu episódio favorito?
Meu Episódio favorito? Nossa lembrar de um especifico agora é meio difícil,.. Acho que já sei, o último episódio da primeira "Uma Terra Sem Magia".
Gente foi um episódio emocionante, principalmente quando a Emma finalmente acredita no Henry e ela arrasta a Regina até o armário e enfim ela conta a verdade, quando eu vi aquela cena eu pirei.

Episódio 22 Temporada 1
E é isso gente essa foi a Tag, eu gosto muito dessa série é uma das minhas favoritas e indico para pessoas que gostam de contos de fadas mas vou avisando que as histórias não são bem como nós conhecíamos. Sayonara!


Once Upon a Time...

5 de set de 2017

Cinderela Pop - O livro Nacional que me encantou!

Hi Minna!
Genki? Dessa vez o livro que eu trago é de uma escritora brasileira. É bem raro eu comprar livros de escritores nacionais, mas ultimamente eles escritores tem chamado minha atenção, pois tem surgido vários livros de escritores brasileiros bem interessantes.


♫ Autora: Paula Pimenta 
♫N° de páginas: 156 
♫ Editora: Galera
♫Gênero: Romance Adolescente
♫Data de publicação: 2015

🎶🎶 Cintia é uma princesa dos dias atuais: antenada, com opiniões próprias, decidida e adora Música! Essa princesa pop morava com os pais em um castelo enorme  de onde via toda a cidade. Todas as noites ela olhava pela janela, de onde ficava admirando a vista e sonhando... com um príncipe que ainda não conhecia.🎧
🎧 Porém, um dia, o castelo de Cintia desmoronou e com ele tudo à sua volta. Desiludida, ela deixou de acreditar em romances e teve que reconstruir cada parte de sua vida, sem deixar o mínimo de espaço para o amor. Ela só não contava com um detalhe... Havia mesmo um belo príncipe em sua história. E tudo o que ele mais queria era descongelar o coração da nossa gata (nada) borralheira!🎶🎶🎶


Eu já havia lido esse livro a uns dois anos atrás, mas na época eu ainda não fazia esse tipo de post no blog e tudo mais. Só que eu já tinha gostado bastante dele, eu ainda não tinha o meu próprio livro da Cinderela Pop, eu havia pegado emprestado com uma amiga, até que um dia entrei na livraria do Shopping e vi na prateleira esse livro maravilhoso. Esse é um daqueles clichês de romance adolescente só que na pegada Cinderela, trazendo uma nova versão da historia da Gata Borralheira e nessa nova versão ela é uma DJ. Eu gostei bastante desse livro como eu disse antes ele é bem clichê, mas é um livro que acaba sendo bem leve e gostoso de se ler, não é cansativo e também não tem muitas páginas. A história é bem objetiva e não tem aquelas partes muito nada haver que só estão ali para "encher linguiça". É um ótimo romance adolescente, um clichê bem gostoso de se ler, a escrita da Paula Pimenta é bem divertida e descontraída então é muito boa para se ler. Enfim não tem muito o que dizer sobre esse livro a não ser que ele é um bom livro, com uma boa historia que é perfeita para se ler naqueles finais de semanas que você está cansado e só quer um livro divertido para refrescar a cabeça.  Cinderela Pop foi um dos primeiros livros nacionais romance que eu li e acabei gostando bastante, então recomendo para quem quer um livro leve e muito fofo. Sayonara!
© Tudo Sobre Animes - 2014. Todos os direitos reservados || Créditos a: Bunny do blog Animes Espectaculares .